terça-feira, 1 de julho de 2008

A do Meio comenta:

“Homens, ruim com eles, pior sem eles”.
Ô ditadozinho danado de verdadeiro gente!
Vamos combinar... Já tentaram viver sem eles?
E nem me vem com essa de “Eu nem ligo”
Mentira liga sim! A não ser que já esteja, morta, sepultada.
Eu sei que de minha parte, parei de falar mal do meu.
Estou usando a lei da compensação, ruim aqui, bom ali.
Gente! E a preguiça? De que? De começar de novo, pensa bem!
Já conheço todos os defeitos dele, me acostumei com eles,
ai, que preguiça, começar de novo, e eu digo TUDO de novo.
Comprar calcinha e soutien novos, me depilar a cada 15 dias (puts, como dói!),
rir de todas as piadas sem graça, que eles contam (essa é a pior parte).
Nem pensar, Tô fora!!!
Fico com o meu mesmo, já tá domesticado (pra não dizer adestrado), no jeito,
e diz que me ama, e que sou linda, pode?
E nem preciso mais vestir aquela camisolinha vermelha, com calcinha fio dental,
enfiando no meu traseiro, pra seduzir, ele aprecia de qualquer jeito.
Portanto estou levantando a bandeira nesse momento,
“Vamos ficar com o velho, porque o novo, também vai ficar velho”.
É melhor um disso, do que dois ex. disso.

2 comentários:

Carlinha disse...

Será que toda a família escreve bem desse jeito? Acho que os pais de vocês comeram alguns livros,dicionários e algumas piadas.
Vocês são muito boas e divertidAS!
Volterei aqui sempre!

SGi/Sonia disse...

Ei Quequel(olha o nível de intimidade!), e aquela história de ter que conhecer a parentada toda? Caraca!
Isso sim pra mim é o fim.
Beijins
E isso aqui tá que é pura diversão!